Papel, caneta, algumas ideias… e agora?

Papel, caneta, algumas ideias… e agora?

“Caso não seja nosso associado informe-se das vantagens de o ser AQUI, nomeadamente o desconto que pode ser de € 125,00 numa só ação de formação e o acesso a um vasto leque de serviços e protocolos para si e para toda a sua família.”

Nota: 10% desconto caso efetue o pagamento da ação com o novo cartão de associado (exclusivo para sócios da Casa do Professor)

Cronograma

Janeiro: dia 26 das 9h às 13h

Fevereiro: 02 – 09 e 23 das 9h às 13h

Março: 02 e 09 das 9h às 13h30

Após inscrição favor aguardar um email do Centro de Formação com as datas definitivas.

 

Formação não específica

Esta ação de formação, considerando o disposto no n.º 1 do artigo 8.º do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (RJFCP), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 22/2014, de 11 de fevereiro, releva para a progressão na carreira dos docentes indicados, não para efeitos de aplicação do artigo 9.º do mesmo RJFCP (dimensão científica e pedagógica).

 

OBJETIVOS

- Desenvolver a criatividade, imaginação e sensibilidade, usando técnicas individuais e de trabalho conjunto;

 - Desenvolver o prazer da escrita e da leitura;

 - Desenvolver a capacidade de escrever autonomamente;

 - Desenvolver a capacidade de observação, atenção e concentração;

 - Desbloquear situações e evoluir através da criatividade;

 - Enfrentar a página em branco;

 - Conhecer e experimentar algumas técnicas para desbloquear a escrita;

 - Descobrir a escrita, a voz e a veia criativa de cada um;

 - Motivar para a prática da escrita;

 - Experimentar as palavras e verificar a sua adequação em vários contextos;

 - Favorecer o aumento de vocabulário;

 - Trabalhar a capacidade de escrever e contar histórias.

 

METODOLOGIAS

A ação de formação proposta enquadra-se na modalidade de Oficina de Formação, pelo que as estratégias formativas a adotar pretendem delinear e consolidar procedimentos com vista a uma ação estratégica dos formandos em contexto escolar. Esta ação assegura a adequação e funcionalidade dos produtos obtidos para a reflexão e fundamentação de transformações de práticas curriculares.

Salientamos ainda que a ação estratégica dos formandos se constitui como espaço de partilha e de reflexão sobre as práticas desenvolvidas, sendo premente a definição de mecanismos simples de regulação, quer do trabalho realizado na Oficina de Formação, quer da aplicação no terreno, como dos recursos produzidos. Os diferentes recursos, a elaborar durante as sessões de formação, pretendem assumir-se como resposta adequada à ação dos formandos, enquanto responsáveis pelo desenvolvimento de práticas curriculares que, partindo de projetos temáticos, potenciem nos alunos a aprendizagem de técnicas de escrita.

Prevê-se a utilização de uma metodologia de regime misto. Nas sessões presenciais, em pequenos grupos e/ou plenários, privilegiar-se-á o debate, a análise e reflexão de documentos, a discussão e sistematização de conceitos, a heteroavaliação e a reorientação dos recursos realizados. As sessões não presenciais destinar-se-ão à realização de trabalho autónomo, isto é, à conceção de recursos pedagógicos adequados ao contexto real e nível de ensino de cada formando. A conceção, operacionalização dos recursos pedagógicos pelos formandos irá sustentar-se numa planificação estratégica que, monitorizada pelos formadores, pretende fomentar a sua problematização, numa perspetiva de reorientação e de melhoria, tendo por referência a aprendizagem do currículo.

Os formadores irão assegurar a dinamização e moderação de debates, a coordenação e articulação de tarefas entre os formandos, sugerindo recursos adequados à concretização dos objetivos da formação.

Em sumário algumas atividades:

• Apresentação e debate dos fundamentos teóricos subjacentes ao modelo de avaliação proposto;

• Integração e confronto dos mesmos com as práticas de avaliação e intervenção psicopedagógica dos professores;

• Partilha de experiências de leitura e de escrita;

• Exposição de técnicas de Escrita Criativa, com recurso a exemplos significativos;

• Proposta de exercícios destinados a experimentar uma determinada técnica;

• Comentário aos textos produzidos, na perspetiva de um leitor que é também um criador;

• Construção de materiais de apoio, implementação e avaliação dos mesmos;

• Cotejo dos materiais realizados pelos professores.

Sobre o formador

Rosa Batista

Formadora de Português

Professora do 3º ciclo e secundário de Português e Francês, licenciada pela Universidade do Minho, no ano 2007. Posteriormente, realizou um Mestrado em Educação, mais concretamente em Mediação Educacional e Supervisão na Formação, também na Universidade do Minho. Desde 2008 que se encontra ligada à Casa do Professor e tem promovido o desenvolvimento de formações no âmbito da escrita criativa, da poesia e da leitura. É formadora na Casa do Professor desde 2011.

VÍDEOS


Dados para Inscrição (Caso efetue o login na Área de Associado , o preenchimento é automático)

Curso
Papel, caneta, algumas ideias… e agora?

€ 57,00

ASSOCIADO

€ 182,00

NÃO ASSOCIADO

€ 182,00

PÚBLICO

  • Início 26 de janeiro de 2019
  • Fim 09 de março de 2019
  • Duração 25h + 25h
  • Modalidade Presencial
  • Área de Formação Área B – Prática pedagógica e didática na docência
  • Acreditação CCPFC/ACC-93119/17
  • Destinatários

    Grupos

    200 / 210 / 220 / 300 / 310 / 320 / Professores dos 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário